Castellar Neto assumirá a vaga de Carlos Viana, que se licenciará do cargo para a disputa das eleições deste ano 

Minas Gerais terá um novo senador a partir do dia 2 de julho: Castellar Neto. Ele assumirá a vaga de Carlos Viana (Podemos), que se licenciará do cargo devido às eleições municipais deste ano. A notícia sobre a licença de Viana foi antecipada em abril.

Ontem, Viana entrou com um requerimento na direção do Senado informando sobre seu afastamento. Embora não fosse necessário seguir a regra eleitoral de desincompatibilização para se dedicar à campanha para a Prefeitura de Belo Horizonte, ele considerou justo o pedido do suplente para assumir o cargo durante o período eleitoral.

Castellar Neto é parte do grupo político liderado pelo Secretário de Estado da Casa Civil, Marcelo Aro, e pela deputada federal Nely Aquino. Nely é presidente estadual do Podemos, partido pelo qual Viana é pré-candidato à prefeitura de Belo Horizonte.

“O pedido de licença é uma demonstração muito clara e transparente da seriedade com que eu pratico política e encaro a campanha para prefeito de Belo Horizonte. Não acho correto ficar quatro meses todos os dias visitando as ruas, conversando com as pessoas, participando de reuniões e ganhando um salário”, explica Viana.

Para ele, a decisão reflete coerência com sua trajetória, tanto no jornalismo quanto na política. “Quando decidi entrar na política, deixei o jornalismo para que houvesse coerência nas minhas ações. Tenho total tranquilidade que isso vai valer a pena. Estarei mais próximo dos eleitores de Belo Horizonte e poderei mostrar com mais clareza as propostas para uma nova BH, um futuro melhor para nossa capital”.

Castellar Neto já foi secretário de Governo do prefeito da capital, Fuad Noman (PSD). Ele assumiu a pasta em agosto de 2023 para articular entre a Câmara Municipal de Belo Horizonte e a gestão de Fuad. No entanto, em abril deste ano, Castellar foi exonerado pelo Executivo municipal – junto com outros secretários ligados a Marcelo Aro – após pressão do PSD, partido de Fuad, já que o grupo do secretário de Estado teria um nome para a disputa pela prefeitura, que é Carlos Viana, enquanto o prefeito é candidato à reeleição.

Na terça-feira (11), o futuro senador acompanhou Marcelo Aro e o governador Romeu Zema (Novo) em uma reunião com parte da bancada mineira na Câmara dos Deputados. O encontro foi realizado em Brasília e contou com a presença de 18 deputados mineiros.

Tentou-se contato com Castellar por telefone e mensagem, mas não houve retorno até a publicação deste texto. O espaço continua aberto.

próximo artigoPré-candidato em Betim e prefeito da cidade são recebidos pela executiva nacional do PL
Artigo seguinteEm dia tumultuado no mercado financeiro, dólar chega a R$ 5,40
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários