Os pagamentos foram iniciados na quarta-feira passada (8/5) pela Secretaria de Estado de Saúde e devem ser concluídos ainda neste mês

O governo de Minas anunciou a antecipação do pagamento de três parcelas da dívida com os municípios mineiros, em um total de R$ 156,8 milhões, referentes ao Acordo do Fundo Estadual de Saúde. Os pagamentos foram iniciados na quarta-feira passada (8/5) pela Secretaria de Estado de Saúde e devem ser concluídos ainda neste mês.
Os recursos podem ser usados de forma flexível, ou seja, cada prefeito poderá investir e reforçar sua rede da forma como achar mais adequada de acordo com as especificidades de cada região.

“Esta antecipação é uma importante entrega e contribui para melhorar a sua saúde financeira dos municípios mineiros, que poderão investir os recursos em qualquer área da saúde em seus territórios”, destaca o vice-governador de Minas Gerais, Mateus Simões (Novo).

“A flexibilidade é fundamental neste momento, em que ainda estamos enfrentando um cenário preocupante com a dengue e chikungunya, e também registramos o aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave, o que gera uma sobrecarga nos serviços de saúde”, ressalta o vice-governador.

O valor total da dívida do Estado com os municípios é de R$ 6,7 bilhões e o pagamento do Acordo do Fundo Estadual de Saúde foi dividido em 96 parcelas, das quais 22 já foram quitadas, incluindo a referente a maio e a antecipação dos valores de junho e julho.

“Para dar ainda mais flexibilidade nos pagamentos, do total da dívida, foram retirados R$ 463 milhões devidos às instituições filantrópicas, que estão sendo pagos com repasses específicos desde outubro de 2023”, informa o governo em nota.

Até o momento, foram repassados R$ 266,3 milhões a 191 hospitais filantrópicos mineiros. A expectativa é de que o Governo de Minas quite, até o final de 2024, o valor de R$ 197 milhões que segue pendente, antecipando a previsão inicial que era até 2030.

próximo artigoEquipes da Copasa concentram esforços em Porto Alegre para força-tarefa nos sistemas de abastecimento
Artigo seguinteGoverno suspende parcelas e perdoa juros da dívida do RS por 36 meses

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here