Bolsonaro diz que Ministério da Saúde estuda rebaixar “pandemia” para “endemia”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quinta-feira (3/3) que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estuda rebaixar, de pandemia para endemia, o status da Covid-19-19 no Brasil, “em virtude da melhora do cenário epidemiológico e de acordo com o § 2° do Art. 1° da Lei 13.979/2020”.

Uma doença se torna pandemia quando atinge níveis mundiais, ou seja, quando determinado agente se dissemina em diversos países ou continentes, usualmente afetando um grande número de pessoas. Quem define quando uma doença se torna esse tipo de ameaça global é a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Já a endemia ocorre quando a doença é recorrente na região, mas não há um aumento significativo no número de casos e a população convive com ela e os órgãos de saúde possuem capacidade de combate.
Caso a medida seja aplicada, a Covid-19 deixará de ser emergência de saúde e o uso de máscaras, por exemplo, poderá deixar de ser aplicado.

Para especialistas, a mudança da nomeclatura é vista como uma precipitação diante dos casos no país. Mais de 650 mil brasileiros já foram fatalmente vitimados pelo vírus.

Os números colocam o Brasil na segunda posição do ranking de países com mais mortes registrados pelo novo coronavírus, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, de acordo com o levantamento da Universidade Johns Hopkins. Somente os dois países ultrapassaram a barreira de 600 mil mortes pela doença.

O último boletim divulgado pelo Ministério da Saúde ainda confirmou mais 30.995 novas infecções. Ao todo, o Brasil já detectou mais de 28,8 milhões de casos positivos da Covid-19-19. 

próximo artigoMega-Sena sorteia nesta quinta prêmio acumulado em R$ 57 milhões
Artigo seguintePacheco pauta votação de PLs para reduzir preço de produtos