Alckmin chega para reunião que marca o início da transição no Planalto

O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB), coordenador da equipe de transição do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), chegou ao Senado Federal na manhã desta quinta-feira (3/11) para participar de reunião para discutir adequações no projeto orçamentário. A reunião formaliza o início da transição.

O encontro com o relator do Orçamento de 2023, senador Marcelo Castro (MDB-PI), está sendo acompanhado pelo do coordenador do programa de governo de Lula, Aloizio Mercadante, e da presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann. Vários parlamentares do PT também participam do encontro, que acontece na liderança do MDB do Senado Federal.

Antes da reunião, Marcelo de Castro afirmou que este é o orçamento mais restritivo da história.

“Temos que analisar os compromissos assumidos pelo novo Presidente da República eleito e que precisará ser cumprido, como o Auxílio Brasil de R$ 600”, frisou o relator, explicando que esse valor só vale até o dia 31 de dezembro deste ano. Em janeiro, esse valor voltaria a R$ 400, como está na LDO.

próximo artigoPRF ainda registra bloqueios de rodovias em ao menos sete estados
Artigo seguinteMaioria dos homens no Brasil só procura médicos com sintomas intoleráveis