Ação começa nesta quarta-feira e vai até o final de domingo; mais de 200 pontos em estradas, além de áreas rurais, serão fiscalizados

Às vésperas do feriado prolongado de Corpus Christi, celebrado nesta quinta-feira (30), cerca de 2.000 militares iniciaram uma megaoperação para coibir crimes de trânsito nas rodovias estaduais e federais delegadas ao Estado. Desta quarta-feira (29) até o final do domingo (2), mais de 200 pontos serão fiscalizados com auxílio de drones, radares e bafômetros.

“É uma operação para garantir a segurança dos condutores que vão pegar estrada pelos próximos dias. Além da fiscalização para coibir crimes de trânsito, como ultrapassagem em locais indevidos, uso de bebidas alcoólicas antes ou durante a condução, documentação irregular, etc, também vamos agir no combate ao tráfico de drogas e na captura de criminosos foragidos”, detalhou o comandante do batalhão da Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais, tenente-coronel Aleixo Júnior.

A operação Corpus Christi é uma ação da Polícia Militar de Minas Gerais, realizada pela Polícia Militar Rodoviária, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar de Meio Ambiente. Também participam da operação o Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito (DNIT), Secretaria de Meio Ambiente (Semad) e outros.

O inspetor da PRF, Aristides Júnior, salientou a importância da operação, sobretudo neste mês em que se comemora o Maio Amarelo, de prevenção de acidentes.

“Teremos homens atuando tanto de forma preventiva, através de blitze educativas para os condutores, quanto de forma repressiva, quando houver sinistros ou constatadas irregularidades no trânsito durante este feriado”, informou.

Atuação nas áreas rurais 

A abordagem da PM também vai acontecer em áreas rurais no estado. Segundo o Tenente-Coronel Lages, da Polícia Militar de Meio Ambiente, além da fiscalização nas estradas, haverá também a atuação em destinos turísticos.

“Muitas pessoas vão para campings, balneários e outros locais de natureza, por isso, nossa ação também vai ser para coibir crimes contra fauna e flora”, pontuou.

O lançamento da operação aconteceu de forma simultânea em todo o Estado, nesta quarta-feira (29). Em Belo Horizonte, o ponto de fiscalização é na MGC 356, na saída para Nova Lima, na região Metropolitana.

próximo artigoIpatinga realiza plenária de aprovação da aplicação dos recursos do PAAR
Artigo seguinteLula remove embaixador do Brasil em Israel e o transfere para cargo na Suíça
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários