As investigações tiveram início com uma auditoria realizada pela Caixa Econômica Federal, que identificou cerca de 35 comandos fraudulentos

A Polícia Federal (PF) cumpre mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraude de dados para saque indevido de benefícios assistenciais pagos pelo Governo Federal. A ação acontece na cidade de Barbacena, na região Central de Minas, na manhã desta terça-feira (21 de maio).

Segundo a PF, o alvo da ação é suspeito de aliciar a funcionária de uma casa lotérica do município para auxiliá-lo no golpe. Conforme as investigações, a mulher inseria dados falsos no sistema bancário com objetivo de viabilizar o saque indevido de benefícios assistenciais pagos pelo Governo Federal.

As investigações tiveram início com uma auditoria realizada pela Caixa Econômica Federal, que identificou cerca de 35 comandos fraudulentos para saques efetuados por essa funcionária. As investigações prosseguem para maior elucidação dos fatos.

Se comprovada a fraude, os investigados responderão pelos delitos de furto qualificado e inserção de dados falsos no banco de dados da administração pública, podendo ser condenados a até 12 anos de reclusão.

próximo artigoOperação mira suspeito de compartilhar mais de mil conteúdos de abuso sexual infantil em MG
Artigo seguinteTSE retoma hoje julgamento de cassação de Sergio Moro
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários