Polícia Federal

Um boliviano, identidade não informada, foi preso acusado de manter um adolescente de 16 anos em condições análogas à escravidão. O flagrante ocorreu na noite desta quinta-feira (4), em Guarulhos (Grande SP). 

Segundo a Polícia Federal, o adolescente era mantido em uma oficina de costura, onde realizava uma rotina de trabalho exaustiva e em condições degradantes. A vítima também é de nacionalidade boliviana. 

Ainda de acordo com a PF, o menor conseguiu usar um aplicativo de mensagens para pedir ajuda. Ele enviou sua localização ao pai, que reside na Bolívia, e avisou que estava com medo, pois seria encaminhado para um acampamento.

Com ajuda da Adidância da Bolívia, a PF conseguiu encontrar o menor e prender o estrangeiro. A vítima ficou à disposição do Conselho Tutelar da cidade. Já o adulto foi indiciado pelo crime de redução à condição análoga à de escravo. A pena para este tipo de crime varia de dois a oito anos de prisão. 

próximo artigoAécio Neves vira réu por tentativa de obstrução à Lava Jato
Artigo seguinteUsiminas lança nova ação de Educação Ambiental em Ipatinga