Zelensky pede adesão da Ucrânia à Otan e diz que nunca negociará com Putin

O presidente Volodimir Zelensky anunciou nesta sexta-feira (30) que a Ucrânia irá assinar uma solicitação de adesão acelerada à Otan, alguns minutos depois que a Rússia formalizou a anexação de quatro regiões ucranianas.

“Adotamos uma medida decisiva ao assinar a candidatura da Ucrânia visando uma adesão acelerada à Otan”, disse Zelensky em um vídeo divulgado nas redes sociais.

O presidente ucraniano também garantiu nesta sexta que não negociará com a Rússia enquanto Vladimir Putin estiver no poder, logo após o presidente russo pedir à Ucrânia que cesse as hostilidades. 

“A Ucrânia não negociará com a Rússia enquanto Putin for o presidente da Federação Russa. Negociaremos com o novo presidente”, disse Zelensky.

Putin assinou esta sexta-feira no Kremlin a anexação de quatro regiões da Ucrânia controladas pelo seu exército: Luhansk e Donetsk, ao leste, e Kherson e Zaporizhzhia, ao sul.

próximo artigoSão Paulo tem o maior volume de dívida garantida pela União
Artigo seguinteSetembro teve menor incidência de SRAG desde início da pandemia