Segundo as autoridades mais de 800 estão feridos

O maior terremoto de Taiwan em pelo menos 25 anos matou nove pessoas nesta quarta-feira (3), ferindo mais de 800, e 50 desapareceram a caminho de um parque nacional, informaram as autoridades, enquanto equipes de resgate usavam escadas para colocar outras pessoas em segurança.

A televisão transmitiu imagens de prédios inclinados em ângulos precários no condado montanhoso e pouco povoado de Hualien, no Leste do país, próximo ao epicentro do terremoto de magnitude 7,2 na escala Richter, que atingiu a costa por volta das 8h (21h de terça-feira no horário de Brasília).

“Foi muito forte. Parecia que a casa ia cair”, disse Chang Yu-lin, de 60 anos, funcionário de um hospital em Taipé, a capital.

Uma mulher que administra um alojamento com café da manhã na cidade de Hualien disse que teve dificuldade para acalmar seus hóspedes que estavam assustados com o terremoto.

“Esse é o maior terremoto que já presenciei”, afirmou a mulher, que pediu para ser identificada apenas pelo seu sobrenome, Chan.

O terremoto atingiu uma profundidade de 15,5 km, no momento em que as pessoas estavam indo para o trabalho e para a escola, disparando um alerta de tsunami para o Sul do Japão e para as Filipinas, que foi posteriormente retirado.

Um vídeo mostrou equipes de resgate usando escadas para ajudar as pessoas a saírem pelas janelas, enquanto em outros lugares houve deslizamentos de terra, e os fortes tremores em Taipé forçaram o sistema de metrô a fechar brevemente, embora a maioria das linhas tenha retomado o serviço.

Autoridades dos bombeiros disseram que estavam retirando lentamente algumas das pessoas presas em túneis perto da cidade de Hualien, incluindo dois alemães.

Mas eles perderam contato com 50 viajantes a bordo de quatro micro-ônibus que se dirigiam a um hotel em um parque nacional, Taroko Gorge, disseram, sem dar detalhes.

O governo calculou o número de feridos em 821.

“No momento, o mais importante, a prioridade máxima, é resgatar as pessoas”, disse o presidente eleito Lai Ching-te, falando do lado de fora de um dos edifícios que desabaram em Hualien.

A ligação ferroviária para a região deve ser reaberta na quinta-feira, afirmou Lai, que assumirá o cargo no próximo mês, aos repórteres.

A Força Aérea de Taiwan informou que seis caças F-16 foram levemente danificados em uma importante base na cidade, de onde os jatos são frequentemente lançados para evitar incursões da Força Aérea chinesa, mas espera-se que as aeronaves retornem ao serviço muito em breve.

No Japão, a agência meteorológica estimou a magnitude do terremoto em 7,7, afirmando que várias ondas de tsunami menores atingiram partes da província de Okinawa, no Sul do país, e rebaixou o alerta de tsunami para um aviso.

Nas Filipinas, as autoridades sismológicas advertiram os residentes costeiros de várias províncias a se mudarem para locais mais altos.

A mídia estatal chinesa disse que o terremoto foi sentido na província de Fujian, no Sudeste do país, e uma testemunha da Reuters afirmou que também foi sentido no centro comercial de Xangai.

Tremores secundários ainda podem ser sentidos em Taipé, com mais de 50 registrados, segundo as autoridades meteorológicas.

próximo artigoComissão aprova multa em dobro para condenado por corrupção
Artigo seguinteForte terremoto causa danos e deixa um morto no Japão; país tem alerta de tsunami