Cantora fará apresentação gratuita na noite deste sábado (4)

A Bonus Track Entretenimento, responsável pela organização do show da Madonna na praia de Copacabana, no próximo sábado (4), declarou ao governo do estado que o cachê da cantora para a apresentação é de pouco mais de R$ 17 milhões.

O valor está em uma planilha enviada em 14 de março à Funarj, a Fundação Anita Mantuano de Artes do Estado do Rio de Janeiro, vinculada ao governo do Estado, e obtida pela reportagem.

Na planilha, a Bonus Track detalha que o valor do cachê de Madonna é de R$ 17.075.000 – na conversão para dólares, isso equivale a cerca de US$ 3,3 milhões na cotação atual. O transporte de carga internacional, no entanto, foi estimado em valor mais caro do que o próprio cachê, R$ 20 milhões, segundo documento.

Já os gastos com hotel foram estimados em R$ 4,85 milhões. Madonna e equipe estão desde segunda-feira (29) hospedados no Copacabana Palace, o mais tradicional hotel do Rio de Janeiro, localizado em frente ao palco. A equipe de Madonna reservou 90 dos mais de 230 quartos do hotel.

Em plano de trabalho enviado ao Estado do Rio, a Bonus Track detalhou ainda gastos com a estrutura. O palco foi orçado em R$ 1,6 milhão, a estrutura de áudio em R$ 1,5 milhão, a equipe de segurança para o show em R$ 580 mil e a divulgação do evento em outros R$ 796 mil.

A produção do show montou uma passarela entre o Copacabana Palace e o palco. A estrutura, que custou R$ 195 mil, cruza a avenida Atlântica, que beira a praia.

Dentro do Copacabana Palace foram reservados salões para os ensaios internos da equipe da artista. Segundo a Bonus Track, os gastos com salões, camarins e ensaios dentro e fora do hotel é de R$ 877,8 mil.

O governo do Estado do Rio de Janeiro repassou à Bonus Track R$ 10 milhões para a realização do show de Madonna, e a Prefeitura desembolsou outros R$ 10 milhões.

O contrato do Estado diz que o valor “tem por objeto a concessão de incentivo financeiro cultural” para viabilizar o show, que tem o banco Itaú como patrocinador master.

A expectativa, segundo a Prefeitura do Rio de Janeiro, é de que o evento movimente R$ 293,4 milhões na economia da cidade, com turismo e comércio. São esperadas 1,5 milhão de pessoas na praia de Copacabana.

próximo artigoIncêndio em oficina mecânica destrói 12 veículos no Jardim Panorama em Ipatinga
Artigo seguinteJuiz de Nova York multa Trump em R$ 46 mil por ofensa no tribunal

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here