Itália registra 627 novas mortes por coronavírus em um dia

O número de mortos pela pandemia de coronavírus na Itália saltou em 627, para um total de 4.032, disseram autoridades nesta sexta-feira, uma alta de 18,4%, no maior crescimento em termos absolutos em um dia desde o início dos contágios há um mês atrás.

Na quinta-feira, a Itália ultrapassou a China como o país a registrar mais vítimas fatais devido ao vírus, que é altamente contagioso vírus.

Até esta sexta-feira, a Itália havia registrado um máximo de mortes em um dia de 475. Na China, onde a velocidade de contágio já foi significativamente reduzida, o número nunca chegou a ultrapassar 150.

O número total de casos de coronavírus na Itália cresceu para 47.021, de um total de 41.035 anteriormente, uma expansão de 14,6%, segundo a Agência de Proteção Civil.

A região da Lombardia, ao norte do país, segue em situação crítica, com 2.549 mortes e 22.264 casos.

Dos infectados pelo país, 5.129 haviam se recuperado totalmente até esta sexta-feira, contra 4.440 na véspera. Havia ainda 2.655 pessoas sob cuidados intensivos, contra 2.498 antes.