This picture taken on May 19, 2022 shows soldiers on a Polish Leopard tank as troops from Poland, USA, France and Sweden take part in the DEFENDER-Europe 22 military exercise, in Nowogard, Poland. - Poland's Defence Minister Mariusz Blaszczak on January 24, 2023 said Warsaw had asked Germany for permission to send its German-made Leopard tanks to Ukraine. (Photo by Wojtek RADWANSKI / AFP) / ALTERNATIVE CROP

O ministro da Defesa alemão, Boris Pistorius, anunciou nesta terça-feira (24) que os países aliados já podem começar a treinar os militares ucranianos no uso de tanques Leopard de fabricação alemã, cuja entrega ainda está pendente de uma decisão que pode chegar “em breve”. 

“Eu encorajei expressamente os países parceiros que possuem tanques Leopard prontos a treinar forças ucranianas nesses tanques”, disse o ministro Boris Pistorius. 

Kiev pede insistentemente a entrega desses tanques para repelir a invasão russa com mais eficácia. Muitos países da Otan têm tanques Leopard, mas para entregá-los à Ucrânia é necessária a autorização de Berlim, que ainda está pendente, apesar das pressões nos últimos dias.

Pistorius disse nesta terça-feira que uma decisão pode ser iminente e que pode acontecer “em breve”, antes de se encontrar com o secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg, em Berlim. 

O chefe da Otan saudou a “mensagem clara” do ministro alemão, “porque quando for tomada uma decisão sobre a entrega dos carros de combate, vai demorar para tê-los prontos” para operar no terreno. 

“Temos que dar à Ucrânia sistemas mais pesados e avançados, e temos que fazer isso mais rápido”, enfatizou Stoltenberg, observando que o tempo se esgota porque Moscou parece não querer mudar de rumo.

A Polônia aumentou a pressão nesta terça-feira, anunciando que pediu oficialmente à Alemanha permissão para enviar seus tanques Leopard para a Ucrânia. No dia anterior, Varsóvia havia dito que enviaria esse material mesmo sem a permissão de Berlim.

“A Alemanha já recebeu nosso pedido de consentimento para transferir os tanques Leopard 2 para a Ucrânia”, disse o ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak. 

O Kremlin alertou que a entrega dos tanques à Ucrânia não trará “nada de bom para o futuro das relações” entre a Rússia e a Alemanha.

próximo artigoSete mortos em dois tiroteios nos EUA após o massacre do Ano Novo Lunar
Artigo seguinte‘Cruzeiro não jogará no Mineirão em 2023’, afirma Ronaldo Fenômeno