Vitória sobre o Guarani, terça-feira, tira Cruzeiro da lanterna da Série B e pode valer saída do Z-4

Os seis pontos perdidos em penalidade imposta pela Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) fez o Cruzeiro iniciar a Série B do Campeonato Brasileiro com seis pontos a menos e, logicamente, na lanterna. A última posição na competição segue sendo ocupada pela Raposa, mas a vitória por 2 a 1 sobre o Botafogo-SP, na noite do último sábado (8), no Mineirão, somada à derrota de 1 a 0 para o CSA do Guarani-SP, que é o próximo adversário do time de Enderson Moreira, no mesmo dia, fazem com que o 20º lugar possa ser deixado pelos celestes na próxima terça-feira (11).

Cruzeiro e Guarani jogam às 20h30, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Vencendo, a Raposa chega a zero ponto, mas supera o Bugre nos critérios de desempate, sendo o número de vitórias o primeiro deles.

Em entrevista à Rádio Itatiaia, antes mesmo da volta do futebol, o técnico Enderson Moreira lamentou a perda dos seis pontos e alertou a torcida sobre o fato de o Cruzeiro ter de conviver com a zona de rebaixamento neste início de Série B.

“Foi uma grande derrota que tivemos, na verdade, antes de o campeonato ser iniciado. Eu preciso ser muito claro e transparente com o torcedor, pois vamos conviver com a zona de rebaixamento por pelo menos umas quatro ou cinco rodadas, não há como escapar disso. Você olha para a tabela, e o Cruzeiro vai estar ali perto. Por mais que a gente consiga vencer os jogos, podemos ter um empate fora de casa, não conseguir um bom resultado. Precisamos ter tranquilidade para entender esse início”, afirmou o treinador celeste.

A possibilidade matemática de deixar a zona de rebaixamento nesta segunda rodada da Sèrie B é matemática, embora difícil, pois o Cruzeiro, além de vencer o Guarani, necessitaria de derrota de pelo menos mais três clubes que também perderam na primeira rodada da competição.