Raposa foi melhor que o Galo e teve a segunda melhor defesa da fase classificatória

Com a primeira colocação geral na fase classificatória, o Cruzeiro ganhou alguns benefícios para a final do Campeonato Mineiro, e um deles é conquistar o título com dois empates. Ou seja, se não levar gols do Atlético, a casa do troféu de 2024 será a Toca da Raposa.

Dos 11 jogos nesta temporada, o time comandado por Nicolás Larcamón não teve sua defesa vazada em cinco oportunidades, ou seja, quase metade dos compromissos. Um deles foi justamente no duelo diante do Galo: 2 a 0 na Arena MRV, palco do clássico de ida.

Atlético 0 x 2 Cruzeiro
Cruzeiro 3 x 0 Patrocinense
Pouso Alegre 0 x 2 Cruzeiro
Cruzeiro 2 x 0 Uberlândia
Tombense 0 x 0 Cruzeiro
Inclusive, no duelo entre os clubes pelo returno do Brasileirão Série A, em outubro de 2023, o Cruzeiro também venceu fora de casa sem tomar gol do rival: 1 a 0. Aquele foi o primeiro superclássico da história do estádio alvinegro.

Na primeira fase do estadual deste ano, o Cruzeiro foi o segundo melhor time com relação a gols desfavoráveis (5), perdendo apenas para o América (2), eliminado na semifinal para o Atlético, que levou 6.

A primeira partida da decisão será neste sábado (30/3), às 16h30. A segunda está marcada para o dia 7 de abril, domingo, às 15h30, no Mineirão.

próximo artigoPM acredita em efetividade da suspensão de organizadas de Atlético e Cruzeiro
Artigo seguinteAtlético precisa fazer o que só não fez no 1º clássico do ano contra o Cruzeiro

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here