Tênis: banidos de torneios por equipes, russos jogarão individualmente

A Rússia foi proibida de defender seus títulos da Copa Davis e da Copa Billie Jean King, mas seus tenistas ainda poderão competir individualmente nos Grand Slams e em eventos regulares dos circuitos.

A decisão das autoridades do tênis ocorre após a invasão da Ucrânia pela Rússia na semana passada. Belarus, uma área chave para a invasão, que a Rússia diz ser uma “operação especial”, também foi banida das competições internacionais por equipes.

“Os órgãos internacionais do tênis estão unidos em nossa condenação às ações da Rússia”, disseram ATP, WTA, Federação Internacional de Tênis e os Grand Slams em comunicado conjunto.

Atletas russos e bielorrussos poderão jogar na elite dos circuitos da ATP e WTA, mas não sob o nome ou a bandeira de seus países, segundo as entidades dirigentes do tênis.

O número um do mundo, Daniil Medvedev, e o número seis do ranking, Andrey Rublev, ajudaram a Rússia a vencer a Croácia na final da Copa Davis de 2021 em Madri, em dezembro, um mês depois que as russas venceram a Copa Billie Jean King, em Praga.

As autoridades do tênis também suspenderam o evento combinado WTA-ATP de Moscou, programado para outubro.

Não estava claro se a Rússia poderá competir na lucrativa ATP Cup na Austrália. A Rússia chegou às semifinais do evento de 2022 em janeiro e venceu o torneio de 2021.

A Federação Internacional de Tênis disse que suspendeu as adesões da Federação Russa de Tênis e da Federação Bielorrussa de Tênis e retirou suas inscrições de todas as competições de equipes da ITF até novo aviso.

fonte: Agência Brasil

próximo artigoMinistro ucraniano diz que economia russa foi esmagada
Artigo seguinteRio de Janeiro poderá liberar uso de máscara na próxima semana