Foto: Reprodução

A temporada da MotoGP já passou da metade e qualquer detalhe é importante na briga pelo título. Neste sábado, após ter um desempenho ruim nos treinos livres, o espanhol Jorge Lorenzo brilhou no treino oficial de classificação e conquistou a pole para a etapa de San Marino, no circuito Marco Simoncelli, na cidade italiana de Misano.

Terceiro colocado no Mundial, o piloto da Ducati foi imbatível na segunda e decisiva parte do treino de classificação e faturou a pole com uma volta recorde de 1min31s629. A segunda colocação no grid de largada ficou para o surpreendente australiano Jack Miller, que cravou a marca de 1min31s916. A primeira fila é completada pelo espanhol Maverick Viñales, o último na casa de 1min31s (1min31s950).

Quem sofreu na atividade deste sábado foi o espanhol Marc Márquez. Atual campeão e líder da temporada, o piloto da Honda sofreu uma queda na curva 15 a seis minutos para o final do treino de classificação e trocou de moto, mas não conseguiu ir além da quinta colocação (1min32s016), abaixo do italiano Andrea Dovizioso (1min32s003).

Outro que caiu da moto foi o inglês Cal Crutchlow, que foi ao chão nos instantes finais e acabou apenas em sexto lugar com 1min32s025. Ele ficou à frente do italiano e multicampeão Valentino Rossi, que na corrida em casa largará apenas em sétimo (1min32s028). O também local Danilo Petrucci, o francês Johann Zarco e o espanhol Álex Rins completam os 10 primeiros colocados Dani Pedrosa sairá da 11.ª posição.

Neste domingo, a etapa de San Marino, a 13.ª de 19 previstas na temporada de 2018, começará às 9 horas (de Brasília). Marc Márquez lidera com 201 pontos, bem à frente de Valentino Rossi, que tem 142, e de Jorge Lorenzo, com 130.

próximo artigoCirurgia vai tirar Bolsonaro de atos na rua até as eleições em 1º turno
Artigo seguinteCampanha petista não mudará de estratégia após atentado, diz Haddad

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here