O treinador pode ter até 12 desfalques para a partida — entre atletas suspensos por cartões, convocados por suas seleções e outros lesionados

O técnico Gabriel Milito disse que ainda irá definir qual estratégia vai utilizar para enfrentar o Palmeiras na próxima segunda-feira (17) pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador pode ter até 12 desfalques para a partida — entre atletas suspensos por cartões, convocados por suas seleções e outros que estão lesionados. O confronto será disputado às 21h30, na Arena MRV, em Belo Horizonte.

“Sabemos que o Palmeiras é uma equipe muito forte, com um processo longo de trabalho e com bons jogadores. Analisaremos o que é mais conveniente para enfrentá-los. Temos que pensar, mas precisamos ter ambição para fazer uma grande partida, entrar em campo com uma mentalidade ganhadora”, disse.

O treinador atleticano não descartou mudar as características da equipe para a partida, em função do adversário e dos desfalques que terá no confronto. “Eu amo ter o domínio da bola, mas tem aquele rival que te permite jogar e outro que não. Me agrada o futebol moderno, só que precisamos respeitar o Palmeiras, assim como respeitamos o Bragantino. Não podemos prometer que iremos ganhar, mas sabemos que iremos entregar tudo para que isso aconteça”, acrescentou.

Para a partida, Milito não poderá contar com o goleiro Éverson e com o zagueiro Maurício Lemos, suspensos por causa do terceiro cartão amarelo, além de Rodrigo Battagliam, expulso contra o Bragantino. Outros desfalques podem ser os laterais Mariano e Rubens, os volantes Otávio e Paulo Vitor, e o atacante Hulk, que se recuperam de lesões junto à equipe médica do clube. O meia Zaracho, autor do primeiro gol contra o Bragantino e que deixou a partida com uma torção no pé esquerdo, também é dúvida para o confronto.

“Ninguém imaginou essa situação, agora contra o Palmeiras parece estar ainda mais complicado”, expressou o treinador se referindo aos oito desfalques que teve no duelo contra o Bragantino. Milito também não terá à disposição o lateral Guilherme Arana, o meia equatoriano Alan Franco e o atacante chileno Eduardo Vargas, que estão com as suas respectivas seleções para a disputa da Copa América, nos Estados Unidos.

“Estou encantado com o futebol brasileiro, em representar o Galo. Feliz com os jogadores que estão comigo todos os dias. Eu não estou aqui para falar do calendário (do futebol brasileiro), mas para preparar meus atletas para jogar. Eu gosto de jogar, de ver os jogadores competindo”, finalizou Milito, se referindo a continuidade dos jogos do Campeonato Brasileiro durante a Copa América.

próximo artigoAlerta para o Cruzeiro! Atacante do Cuiabá atinge melhor ano na carreira
Artigo seguinteTimóteo recebe a sexta edição da Expo Inox 2024 a partir desta quinta-feira
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários