O atacante polonês Robert Lewandowski conquistou nesta quinta-feira (17) o prêmio Fifa The Best, de melhor jogador do mundo, em cerimônia virtual realizada pela Fifa. Ele deixou para trás na disputa o craque argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo.

A cerimônia, promovida pela entidade máxima do futebol, prestou várias homenagens aos ex-jogadores Diego Maradona e Paolo Rossi, que faleceram no decorrer deste ano.

Melhores do mundo

A conquista do atacante do Bayern de Munique acontece após mais uma temporada repleta de gols e de conquistas. Para superar os badalados Messi e Cristiano Ronaldo, Lewandowski marcou 59 gols na última temporada (somando os tentos por seu clube e sua seleção), e foi peça fundamental em uma temporada perfeita da equipe de Munique, que culminou com a conquista da última edição da Liga dos Campeões.

Entre as mulheres a honraria coube à lateral Lucy Bronze (Manchester City), um dos destaques da seleção de seu país. Ela venceu na disputa a dinamarquesa Pernille Harder (Chelsea) e a francesa Wendie Renard (Lyon).

Prêmio Puskas

O prêmio do gol mais bonito da temporada foi para o sul-coreano Heung-min Son (Tottenham), que venceu a disputa graças a um golaço, no qual dá uma arrancada da defesa de sua equipe até a meta do Burnley. Ele disputava a honraria com o uruguaio Arrascaeta (Flamengo), que concorria graças a um gol de bicicleta contra o Ceará, e o uruguaio Luis Suárez (Atlético de Madrid), por gol marcado quando ainda estava no Barcelona.

Goleiros

Na disputa pelos títulos de melhores goleiros da temporada, os prêmios ficaram com atletas que ajudaram suas equipes a conquistarem as últimas edições da Liga dos Campeões. A francesa Sarah Bouhaddi (Lyon) foi a vencedora entre as mulheres, superando a chilena Christiane Endler (PSG) e a norte-americana Alyssa Naeher (Chicago Red Stars).

Entre os homens a honraria coube ao alemão Manuel Neuer (Bayern de Munique), que impediu o bicampeonato do brasileiro Alisson (Liverpool) e uma vitória do esloveno Jan Oblak (Atlético de Madrid). Apesar da derrota nesta categoria, o brasileiro ficou dentro da seleção da temporada, que conta com outro brasileiro, Thiago Alcântara (Bayern de Munique), que é naturalizada espanhol.

Conquista brasileira

A única conquista do Brasil na edição deste ano do prêmio veio graças a um torcedor do Sport, Marivaldo da Silva. Ele levou para casa o Fifa Fan Award por causa de história. Para acompanhar os jogos de sua equipe ao vivo, ele caminha 60 km (por mais de 12 horas) entre a cidade de Pombos e Recife.

próximo artigoMinistério de Damares faz cartilha com informações falsas sobre a maconha
Artigo seguinteNova lei do Fust é sancionada e levará internet a locais sem acesso