Léo Aragão, Gabriel Grando e Anderson Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

No caso do time estrelado, normalmente, três jogadores da posição fazem parte do elenco profissional

Não há dúvidas que Cássio, de 36 anos, foi contratado pelo Cruzeiro para ser o goleiro titular, por diversos fatores, como qualidade, histórico e valores. No entanto, sua chegada à Toca da Raposa abre uma disputa no gol, que, ao que parece, sobre quem ficará no clube.

Anderson

Atualmente, há Anderson, de 26 anos, como o ‘dono da posição’. Após mais de um ano na reserva de Rafael Cabral, ele passou a ser utilizado em abril deste ano, com a ida do titular para o Grêmio.

Naturalmente, ele deverá aceitar a perda do posto, que acontecerá a partir de julho – quando abre a janela de transferências –, e aguardar por novas chances. Seu contrato vale até o final de 2025.

Grando

Participante do negócio envolvendo Cruzeiro, Cabral e Grêmio, Gabriel Grando, de 24 anos, tem o futuro incerto. Isso porque ele chegou antes mesmo da venda da SAF para Pedro Lourenço e do acerto com Cássio e ainda nem estreou.

Se ele veio para disputar a titularidade somente com Anderson, sua situação ficou ainda mais complicada. Ele está emprestado ao time celeste até dezembro de 2024.

Aragão

Quem ‘corre por fora’ e tem sua permanência em Belo Horizonte ainda mais incerta é Léo Aragão, de 22. O arqueiro, que era do Red Bull Bragantino, foi contratado no início da atual temporada apenas para compor elenco.

Com vínculo até o final do ano que vem, o goleiro ainda não recebeu oportunidades em jogos oficiais e tem chance de ser negociado no meio do ano. No caso do Cruzeiro, normalmente, são três atletas da meta no elenco profissional.

próximo artigoMoisés destaca vitória sobre o Guarani e exalta o América: “Voltei porque amo esse clube”
Artigo seguinteCBF altera horário do duelo entre Sport e Atlético, pela Copa do Brasil
0 0 votes
Classificação
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários