Bia Haddad estreia com vitória no Aberto da Austrália

A paulista Bia Haddad, tenista número um do país, ficou três anos sem disputar a chave principal de um Grand Slam, mas retornou com vitória. Na manhã desta terça-feira (18), ela derrotou a norte-americana Katie Volinets por 2 sets a 1 (parciais de 3/6, 6/2 e 6/3) na estreia no Aberto da Austrália, em Melbourne. Ela já tem um compromisso complicado na próxima rodada: encara a romena Simona Halep, ex-número 1 do mundo e atual 15ª colocada no ranking mundial da WTA. O duelo acontece nesta quarta (19), em horário ainda a ser definido. 

“Vai ser um jogo duro contra uma jogadora de alto nível, que está procurando voltar ao seu melhor, da mesma forma que eu também estou. Quero alcançar os meus objetivos e, para isso, quero estar nesses grandes jogos, nas quadras grandes e contra grandes jogadoras”, afirmou Haddad, em declaração enviada pela assessoria da tenista.

Nesta terça (18), a brasileira (83ª no ranking mundial) não começou bem diante da adversária, que chegou a abrir 4/0 no primeiro set. Volinets (176ª) fechou a parcial, mas Bia começou a encontrar um ritmo e nos dois sets seguintes controlou a partida. Com aproveitamento de 78% nos break points (7 em 9 oportunidades), ela virou o jogo, que durou 2h10. 

Além da chave simples, Bia Haddad também disputa o torneio de duplas, ao lado da cazaque Anna Danilina. As duas estreiam à 1h35 desta quarta (18), enfrentando a húngara Anna Bondar e a georgiana Oksana Kalashnikova.

Monteiro é eliminado e duplas masculinas estreiam a partir desta noite 

Entre os homens, a abertura do Aberto da Austrália não foi tão positiva. O cearense Thiago Monteiro (79º no ranking da ATP)  fez jogo duríssimo, mas foi batido pelo francês Benoit Paire (56º) por 3 sets a 2 (6/4, 3/6, 7/5, 2/6, 7/5), numa batalha que durou 3h38. 

“Acho que o Benoit jogou bem, foi firme e sacou muito bem mesmo. Da minha parte, faltou aproveitar e devolver um pouco melhor. Alguns detalhes fizeram a diferença e agora é aprender com esse jogo e me motivar ainda mais para os próximos torneios”, resumiu Monteiro, via assessoria de imprensa.

Monteiro agora aguarda por uma possível desistência para saber se permanece em Melbourne para a chave de duplas.

Três duplas com brasileiros, no entanto, estão confirmadas na chave. Duas delas têm estreia prevista para as 21h (horário de Brasília) desta terça (18). 

Na quadra 13, o mineiro Bruno Soares e o britânico Jamie Murray enfrentam os tenistas da casa Marc Polmans e James Duckworth. Soares e Murray já foram campeões do Aberto da Austrália em 2016.

Já na quadra 12, o Brasil será representado por uma dupla inteiramente verde e amarela: Rafael Matos e Felipe Meligeni encaram os italianos Simone Bolelli e Fabio Fognini.

Por último, já na manhã de quarta (19) mas ainda sem horário definido, Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig estreiam diante da parceria formada pelo Hugo Nys (Mônaco) e o francês Adrian Mannarino.

fonte: Agência Brasil

próximo artigoMãe de jovem desaparecida diz estar sendo extorquida em troca de informações sobre a filha
Artigo seguinteEntenda os rótulos: o que está por trás dos alimentos light e diet?