25 de julho: o dia em que nasceu nosso eterno príncipe, Dirceu Lopes

Foto: Acervo/Cruzeiro

Você pode estar se perguntando o motivo de todos parabenizarem o eterno camisa 10 no dia 3 de setembro.

Em seu livro, “O Príncipe – A real história de Dirceu Lopes”, o próprio ex-jogador conta que nasceu dia 25 de julho mas, como os cartórios ficavam distantes de onde morava, ele só foi registrado no dia 3 de setembro.

Mineiro de Pedro Leopoldo, Dirceu é o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Clube, com 610 partidas. O Príncipe, como ficou conhecido, é o segundo maior artilheiro do Cruzeiro, com 228 gols, e um dos jogadores que mais vezes foram campeões.

Foram 11 títulos no total, sendo uma Taça Brasil (1966), uma Copa Libertadores (1976), e nove estaduais (1965/66/67/68/69/72/73/74/75).

Parabéns a um dos maiores da nossa história e um dos grandes gênios do futebol brasileiro em todos os tempos!