Foto: Agência Brasil

No domingo (28), no 2º turno das eleições para presidente do Brasil, eleitores de 13 Estados e do Distrito Federal irão eleger também o governador. Em 19 cidades de nove Estados brasileiros, os eleitores vão ter que eleger também o prefeito e o vice nessas eleições.

As eleições suplementares foram marcadas porque o candidato eleito em 2016 foi impedido de tomar posse por perda de direito político, crime eleitoral ou cassação de mandato, incluindo também o vice. Este ano, 33 cidades já tiveram novas eleições para prefeito. Outras três já têm eleições marcadas para o dia 25 de novembro.

No Estado de São Paulo, eleitores de quatro cidades (Mongaguá, Monte Azul Paulista, Rincão e Araras) escolherão seus representantes no executivo municipal. Em Goiás, terão novas eleições para prefeito e vice-prefeito nos municípios de Turvelândia, Planaltina, Divinópolis de Goiás, Davinópolis e Serranópolis; No Rio de Janeiro em Aperibé, Laje de Muriaé e Mangaratiba e Iguaba Grande; No Amazonas em Anamã e Novo Airão; No Ceará em Croatá e Aracoiaba; No Estado do Mato Grosso em Planalto da Serra; Em Santa Catarina no município de Vidal Ramos;  No Rio Grande do Sul em Alpestre e no Maranhão em Bacabal.

Em Aracoiaba (CE) e Iguaba Grande (RJ) as eleições para prefeito e vice-prefeito foram suspensas.

próximo artigoConecta Vale do Aço discutirá Gestão de Pessoas, Inovação e Segurança
Artigo seguinteClubes do Lions no Vale do Aço promovem movimento global com jogos das Olimpíadas Especiais