Até domingo, os belo-horizontinos podem conferir produtos da agricultura familiar no Expominas

Belo Horizonte recebe, até domingo (12), a 15ª edição da Agriminas, considerada a maior feira de agricultura familiar de todo o país. Com mais de 150 cidades presentes, os organizadores pretendem mostrar toda a diversidade cultural do povo mineiro.

A feira, realizada no Expominas, começou nessa quarta-feira (8) com uma solenidade especial, que contou com a presença de autoridades do governo estadual e membros de grandes empresas. Nesta quinta-feira (9), os portões para o público geral foram abertos às 14h.

Ao todo, são cerca de 500 expositores e 40 mil pessoas passando pelo Expominas durante os quatro dias de evento, Segundo Vilson Luiz da Silva, presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), a exposição é uma oportunidade dos produtores mostrarem o valor da agricultura familiar.

“Queremos mostrar o que a agricultura familiar é capaz de fazer. Não só da produção agrícola para subsistência, como também a geração de empregos, renda e a venda de produtos para os mercados.  Enquanto estivermos no planeta vamos depender dos alimentos e é o que nós produzimos. Não realizamos a feira em dois anos por causa da pandemia, mas ninguém deixou de comer, tomar água, café. A agricultura familiar não teve o privilégio de trabalhar de casa”, disse o presidente.

Os organizadores esperam que R$ 2 milhões sejam movimentados durante os quatro dias de evento. Além da feira, também serão oferecidos oficinas e palestras sobre temas importantes para a produção rural no estado, como mudanças climáticas e organização financeira.
Produtores do Rio Grande do Sul também estavam confirmados, mas, devido as enchentes que assolam o estado desde a última semana, a presença deles foi cancelada.

A feira disponibilizou diversos pontos de doação para quem quiser ajudar a população gaúcha neste período. “Tudo que acontece em uma região do país, noó fazemos parte, porque estamos no mesmo barco. Evidentemente que nossa solidariedade por essa tragédia. Eles viriam para cá. Os caminhões já estavam preparados. Deixamos os 12 estandes que seriam deles com coleta de alimentos e estamos fazendo campanha para ajudar”, explicou Vilson.

Quem participa da feira pela 12ª vez é Luciano Magalhães, dono de uma sorveteria em Montes Claros. Com uma proposta diferente, com sabores mineiros e até medicinais, ele aproveita o período do evento para fazer ainda mais clientes. “Eu fazia outras atividades e precisava fazer algo próximo da família. Minha empresa surgiu com a ideia de fazer um sorvete de alta qualidade, mas diferenciado do resto. Pesquisamos sobre os produtos para começar a produção. A empresa existe desde 2019. Minha esposa cuida da produção e eu das outras partes”, disse.

A feira estará aberta a partir das 8h e os ingressos custam R$ 14 a inteira e R$ 7 a meia. As vendas são feitas pelo site do Sympla ou na bilheteria do Expominas.

próximo artigoPreço do arroz em supermercados da Grande BH começa a subir
Artigo seguinteEstudo para retomar construção de Usina Nuclear Angra 3 será entregue em julho

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here