Banco do Brasil reforça suas linhas de crédito com R$ 100 bilhões

    (Foto: Agência Brasil)

    O Banco do Brasil anunciou nesta quarta, 18, a disponibilização de R$ 100 bilhões para reforçar suas linhas de crédito voltadas para pessoas físicas, empresas, agronegócio, além de recursos destinados a investimentos e compra de suprimentos na área de saúde por prefeituras e governos.

    Do total, R$ 24 bilhões são destinados a pessoas físicas, R$ 48 bilhões são para empresas, R$ 25 bilhões para o agronegócio e R$ 3 bilhões para administrações públicas municipais e estaduais. Os recursos irão reforçar as linhas de crédito já existentes, principalmente as voltadas para crédito pessoal e capital de giro.

    Os recursos já estão disponíveis e podem ser contratados pelos canais digitais de relacionamento com o Banco (aplicativo no celular, internet banking e terminais). Em caso de impossibilidade de contratação por canais digitais, as agências do BB permanecem abertas para atender os clientes.

    “É muito importante que o crédito continue disponível aos nossos clientes neste momento o que irá contribuir para a superação das dificuldades que venham a enfrentar. A orientação aos nossos gerentes é que acompanhem de perto a situação de cada cliente para que possamos antecipar as soluções financeiras adequadas já nos primeiros sinais de dificuldade”, disse Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil.

    24 bilhões para pessoas físicas

    Para as pessoas físicas, o reforço de recursos ocorre nas linhas de crédito pessoal (crédito consignado, crédito salário e crédito automático).

    Os recursos já estão disponíveis e podem ser contratados por todos os clientes que possuam limite de crédito definido no BB para essas linhas, até o valor aprovado para cada cliente. Como medida adicional, o BB ampliou os limites de crédito de 13 milhões de clientes pessoas físicas, o que adicionará mais R$ 18 bilhões aos limites atualmente concedidos.

    R$ 48 bilhões para empresas

    Para as empresas, o BB reforçará em R$ 48 bilhões os recursos disponíveis para linhas de capital de giro, de investimento e de antecipação de recebíveis.

    Os recursos estão disponíveis para empresas de todos os portes, de micro e pequenas empresas ao segmento corporate, e podem ser contratados até o limite de crédito disponível para cada cliente.

    R$ 25 bilhões para o agronegócio

    Para os produtores rurais, o BB reforçará as linhas de comercialização em R$ 5 bilhões, as de financiamento da produção agropecuária em R$ 15 bilhões, as de investimento em R$ 2 bilhões e as de capital de giro em R$ 3 bilhões.

    Os recursos atendem tanto aos produtores rurais pessoas físicas como as empresas que atuam no agronegócio.

    R$ 3 bilhões para estados e municípios

    Para apoiar os estados e municípios no esforço para lidar com a contenção do Covid 19, o Banco do Brasil também destinou R$ 3 bilhões para apoiar, prioritariamente, o financiamento de equipamentos e obras na área de saúde. Os recursos também possibilitam o investimento em outras áreas, como eficiência energética, infraestrutura e viária, educação e saneamento.

    Podem contratar todos os estados e municípios que tenham limite de crédito no BB e atendam as condições legais previstas pelo Tesouro Nacional.

    fonte: Banco do Brasil