Beneficiários do INSS conseguem entrar em contato por meio dos canais digitais

As agências da Previdência Social ficarão fechadas em todo o país nesta Sexta-feira Santa (29). O atendimento será retomado na segunda-feira, 1º de abril, informou o órgão.

Quem precisar pedir benefícios ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) pode utilizar o atendimento telefônico, por meio da central 135, ou pelo aplicativo ou site Meu INSS.

O atendimento eletrônico por telefone, por meio do robô, é feito por 24 horas. Na segunda, o atendimento humano por telefone, que funciona das 7h às 22h, será retomado.

Segundo o instituto, por telefone ou internet é possível obter informações sobre o benefício, saber o horário que foi agendado o próximo atendimento na agência e conseguir ainda informações de pagamento. As ligações para o 135 são gratuitas.

No Meu INSS, que funciona por aplicativo ou no site meu.inss.gov.br, o segurado tem acesso a mais de cem serviços e pode requerer benefícios, emitir extratos de pagamento e do Imposto de Renda, cumprir exigências -que a entrega de documentos complementares solicitados pelo instituto- e agendar atendimento presencial.

Por meio deste canal, o segurado também poderá ser atendido pela assistente virtual Helô, que orienta e tira dúvidas sobre serviços e benefícios.

SAIBA PEDIR A APOSENTADORIA PELO MEU INSS:

  • Acesse o app ou site Meu INSS
  • Informe CPF e senha de acesso (se não tiver senha, será necessário criar)
  • Clique no botão “Novo Pedido”
  • Digite a opção que você busca; ao inserir “aposentadoria”, por exemplo, aparecerão os tipos de aposentadorias
  • Clique na aposentadoria escolhida e informe seus dados
  • Leia o texto que aparece na tela e avance seguindo as instruções
  • Ao final, anote o número de protocolo; também é importante informar email e celular para receber as informações sobre a tramitação do seu pedido

O Meu INSS também aceita os requerimentos de auxílio-doença por meio do Atestmed, sistema eletrônico no qual o segurado pede o benefício pela internet, enviando o atestado médico e outros documentos para comprovar que está temporariamente incapaz para o trabalho, e não precisa passar por perícia presencial.

No Atestmed, o atestado precisa ter:

  • Nome completo
  • Data de emissão (que não pode ser igual ou superior a 90 dias da data de entrada do requerimento)
  • Diagnóstico por extenso ou código da CID (Classificação Internacional de Doenças)
  • Assinatura do profissional, que pode ser eletrônica e deve respeitar as regras vigentes Identificação do médico, com nome e registro no conselho de classe (Conselho Regional de Medicina ou Conselho Regional de Odontologia), no Ministério da Saúde (Registro do Ministério da Saúde), ou carimbo
  • Data de início do repouso ou de afastamento das atividades habituais
  • Prazo necessário para a recuperação, de preferência em dias (essa data pode ser uma estimativa) (CRISTIANE GERCINA/FOLHAPRESS)
próximo artigoImposto de Renda: declaração pré-preenchida não evita malha fina; entenda
Artigo seguinteCruzeiro divulga primeira parcial de ingressos vendidos para a final; veja

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here