Usiminas e Ministério Público se reunirão para definir metas para reduzir as emissões de “pó preto” em Ipatinga

Em outubro do ano passado, foi firmado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Ministério Público e Usiminas. O objetivo final é a diminuição das emissões de partículas sedimentadas, conhecidas como “pó preto”, em Ipatinga. Para isso, representantes da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e da siderúrgica se reunirão, nesta sexta-feira, para definir metas para a redução. O prazo para chegarem a um acordo é até 31 de dezembro deste ano, caso contrário, a Usiminas poderá ser multada em 30 milhões de reais.