No “Papo cabeça”, o alerta para o agravamento do quadro de quem sofre de transtorno mental em tempo de pandemia

Já está claro que a pandemia do novo coronavírus afeta não só a família, como também a sociedade, o país e o planeta. O psicólogo Leonardo Morelli alerta para os cuidados que se deve haver com as pessoas que têm transtorno mental em cada fase da transmissão do coronavírus no país.

Ele explica que as pessoas que têm, por exemplo, depressão, transtorno de ansiedade, bipolar e TOC sofrem muito mais em períodos de crise, como a que estamos vivendo. Por isso, precisam de mais atenção e carinho.

O Brasil, a exemplo de outros países, também vai passar pela fase em que as mortes vão aumentar, em razão da Covid-19. Será um processo doloroso para todos. Mas o psicólogo recomenda que quem sofre de algum transtorno mental deve ter uma acompanhamento de perto de um psicólogo ou psiquiatra, para evitar consequências trágicas. E mesmo quem não tem transtorno mental pode adoecer por conta do momento. Por isso, devemos manter a nossa saúde mental, não o próprio cuidado, mas também para darmos conta de ajudar as pessoas com as quais convivemos.