IPVA 2021: cerca 102 mil veículos no Vale do Aço não estão quites com o imposto

Minas Gerais prorrogou para 1º de julho a exigência do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo de 2020. Com isso, para fins de fiscalização, o CRLV referente ao ano de 2019 deve ser considerado o documento válido para comprovar a regularidade do veículo em circulação. Porém, os donos de veículos devem ficar atentos. Os prazos para pagamento do IPVA e Taxa de Licenciamento, sem juros e multa, terminaram em março. No Vale do Aço, da frota total de 236 mil veículos, o IPVA 2021 de 102 mil ainda foi quitado. Se você se enquadra nessa estatística, veja na reportagem as consequências e solução para a pendência.

próximo artigoBruno Covas é extubado e deixa UTI
Artigo seguinteNovo decreto: prefeitura de Ipatinga flexibiliza horários e atividades de alguns estabelecimentos