Homem que assassinou a esposa em Belo Oriente é condenado também por estupro e tortura dos filhos

A justiça condenou um morador de Belo Oriente a 24 anos de prisão, em regime fechado, por estupro e tortura dos filhos menores de idade. De acordo com a denúncia Ministério Público, entre 2014 e 2020, o homem constrangeu a filha, atualmente com 10 anos, a prática de atos libidinosas, sob pena de espancamento caso informasse o ocorrido à mãe. Consta ainda que ele agredia a menina e outros dois filhos, de dois e quatro anos, constantemente e de forma gratuita, causando neles pânico, além de sofrimento físico e psicológico. Em 2020, o homem assassinou cruelmente a esposa com um tiro na cabeça, sendo condenado posteriormente a 33 anos de prisão pelo crime, ocorrido na residência onde moravam e na presença dos filhos, que foram ameaçados de morte enquanto choravam apavorados com a barbaridade. E em outro processo, também movido pelo MPMG, ele perdeu o poder familiar e a tutela dos filhos.

próximo artigoVacinação contra a gripe e sarampo: só menos da metade do público-alvo foi imunizada em Ipatinga
Artigo seguinteSubvariante da Ômicron causa surto de covid-19 em Portugal