Greve interrompe transporte público municipal em Ipatinga, Fabriciano e Timóteo nesta quarta-feira

Os trabalhadores do transporte público municipal em Ipatinga, Coronel Fabriciano e Timóteo entraram em greve nesta quarta-feira. Das garagens não saiu nenhum ônibus da Saritur pela manhã nas três cidades. O Sinttrocel, Sindicato dos trabalhadores do transporte rodoviário de Coronel Fabriciano, representa a categoria e pede o reajuste salarial. Confira os detalhes na entrevista com o presidente do Sinttrocel, Marlúcio Negro.

A Saritur se manifestou por meio de nota. Confira o texto na íntegra:

Estamos negociando com os trabalhadores desde fevereiro, respeitando a data base. Já chegamos a um acordo em todas as questões sociais, mas no econômico, não temos como evoluir. Os contratos no Vale do Aço estão completamente desequilibrados, em função do aumento de mais de 100% do combustível desde o último reajuste. Só esse item representa mais de 30% de aumento no custo, sem contar outros itens como peças, pneus e folha de pagamento. A média dos índices inflacionários no período foi de 38%. Ou seja, não temos condições de fazer qualquer proposta no momento.

Tivemos, nesta segunda-feira, a terceira reunião com representantes dos trabalhadores, representantes dos municípios, e Tribunal Regional do Trabalho. Foi marcada mais uma para o dia 02/06, por decisão do desembargador César Pereira da Silva Machado Júnior. Temos sido transparentes desde o início, mas fomos pegos de surpresa pela greve. Estamos trabalhando para que se resolva o mais rápido possível. Contamos com a compreensão dos trabalhadores para retornarem ao trabalho, para que não haja prejuízo para a população.

próximo artigoPalmeiras goleia e garante melhor campanha nos grupos da Libertadores
Artigo seguintePeso-pena Zé Delano luta para ser o próximo brasileiro no UFC