Comerciantes de Ipatinga protestam pela reabertura de lojas e promotor faz alerta: cidade tem 74 leitos de UTI com respirador

Comerciantes de Ipatinga fizeram uma carreta pelos bairros da cidade e se reuniram em frente à prefeitura para pedir a reabertura das lojas. O protesto foi no fim da manhã desta quinta-feira, um dia depois da decisão do Comitê de Gestão de Crise por manter as medidas de isolamento social na cidade.

De acordo com o último boletim epidemiológico, a cidade tem 944 casos suspeitos e segue com um confirmado. Em entrevista, o promotor de justiça Rafael Pureza explica o porquê da diferença entre os dois números. Ele também reforça a importância das medidas adotadas pelo município para o isolamento hospitalar. Ele revela que na cidade há 74 leitos de UTI com respirador.

Nota da prefeitura de Ipatinga sobre a manifestação

A Prefeitura Municipal de Ipatinga esclarece que respeita todo e qualquer tipo de manifestação, sendo algo legítimo da democracia, desde que não atente contra a integridade física dos servidores e tampouco contra o patrimônio público, e não poderia ser diferente com os nossos comerciantes.

A Administração reitera sua preocupação com a retomada do funcionamento do comércio de portas abertas, uma vez que a economia do município precisa girar para que não haja um colapso financeiro.

Porém, amparados pelas recomendações do Ministério da Saúde e do Governo Estadual, continuam em vigor as medidas de isolamento social adotadas em todos os continentes e que hoje já mantém em quarentena cerca de 1/3 da população do planeta ou mais de 2,6 bilhões de pessoas.

Com prioridade máxima para a saúde pública, mas obviamente sem desconsiderar os aspectos econômicos envolvidos (tanto que, desde a primeira hora, os atendimentos em delivery estão liberados e funcionam também supermercados, padarias, farmácias, postos de combustíveis e outros serviços essenciais), seguimos monitorando atentamente os números da Covid-19, e dialogando abertamente com todos os segmentos, inclusive os comerciantes.

Informamos também que estamos trabalhando incessantemente a fim encontrar o momento e a forma adequada para que todos os segmentos possam ser reabertos sem que a saúde pública possa ser comprometida em meio a essa terrível pandemia. Diariamente, a Secretaria Municipal de Saúde divulga, sempre por volta das 16h, o boletim epidemiológico devidamente atualizado com os números de casos suspeitos, confirmados e descartados.