Aprovado, em primeira votação, reajuste salarial dos servidores municipais de Ipatinga

A sessão ordinária desta segunda-feira (30) foi realizada sem a presença do público na Câmara de Vereadores de Ipatinga. A medida faz parte das ações isolamento social propostas em função do avanço do COVID 19. Na pauta do dia, três projetos de lei para serem votados.

Foi a aprovado o reajuste salarial de 6,63% para os servidores municipais da ativa e aposentados, além dos cargos comissionados. Ficaram de fora, os agentes políticos: prefeito e vice, secretários municipais e procurador-geral.

Durante a reunião, os vereadores rejeitaram a formação de um comissão processante contra o vereador Gustavo Nunes (PTC). Ele foi acusado de falta de decoro por um morador de Ipatinga. Mas com a rejeição, a CP foi arquivada.

E foi adiada, por tempo indeterminado, a votação do projeto de lei que propõe o congelamento, por 90 dias, da cobrança de impostos municipais, como IPTU e ISSQN. Entenda na reportagem.